O POTENCIAL DO MERCADO DA MELHOR IDADE

á faz algum tempo que chamo a atenção que nem todo mundo é millenial, tem o último iPhone, trabalha na Faria Lima e resolve tudo por app.

Muitas empresas recentemente se voltaram quase que exclusivamente para este público que é certamente mais digitalizado mas também tem menos dinheiro no bolso.

Peguei 2 bases de dados dos EUA pra ilustrar meu ponto:

Millenials (24-36 anos): 86% possuem rede social mas concentram apenas 4% da riqueza do país;

Geração X (40-55): 76% rede social vs 26% da riqueza;

Baby Boomers (56-74): 59% rede social vs 53% da riqueza;

Silent Gen (>75): 28% rede social vs 17% da riqueza;

Ou seja, os 2 grupos de maior idade e menos presença digital concentram impressionantes 70% da riqueza nos EUA.

Focar apenas nos jovens cria uma miopia estratégica que pode excluir justamente quem tem mais potencial de consumo. É o caso de algumas fintechs, conquistam muitos clientes rapidamente mas no final das contas o ticket é baixo.

É óbvio que uma grande transição vai ocorrer nos próximos anos. Por outro lado, estamos vivendo cada vez mais e o público menos digital oferece incríveis oportunidades.

E por aqui?

Ano/Número de idosos no Brasil:

2002 – 14 mi
2012 – 25 mi
2031 – 43 mi
2060 – 58 mi (teremos mais idosos do que jovens).

Fontes: IBGE/Visual Capitalist