Noticias

PLANTAS TOXICAS NO JARDIM

VOCÊ  é do tipo que adora flores e cultiva uma verdadeira “florestinha” em casa? É possível que entre as suas plantas você conte com espécies aromáticas — para usar nas suas criações culinárias, por exemplo — e até algumas medicinais. Mas você já considerou a possibilidade de que no seu jardim existam plantinhas tóxicas que podem inclusive ser mortais?

Pois é, caro leitor, embora não seja segredo que existem plantas capazes de fazer verdadeiros estragos quando consumidas, talvez você se surpreenda com o quão comum algumas delas podem ser — e com o fato de que você pode ter várias delas crescendo no seu jardim. Confira dez dessas plantas potencialmente letais a seguir:

1 – Narciso

Narcissus poeticus

Facilmente reconhecível graças a sua flor branca com um tubo amarelo margeado por um anel avermelhado, o “narciso dos poetas” costuma florescer na primavera e ser perfumado. Embora as flores sejam sua estrutura mais venenosa, a planta inteira é tóxica, e o consumo acidental pode provocar fortes náuseas, cólicas, convulsões, desmaios e até a morte. Aliás, mesmo o contato com sua seiva pode causar amortecimento local e tontura.

2 – Glicínia

Wisteria

Esta bela planta conta com flores brancas, azuis ou rosas que caem feito cascatas. Entretanto, toda sua estrutura é tóxica, e seu consumo pode provocar náusea, vômito, diarreia e cólicas. Em casos mais severos, é necessário o uso de medicamentos específicos e até hidratação intravenosa.

3 – Rododendro

Rhododendron ponticum

O rododendro — e aqui se incluem as azaléas — é uma planta arbustiva que normalmente mede cerca de 5 metros de altura e possui flores que podem ser vermelhas, brancas, roxas ou rosa. E apesar de deixar os jardins mais bonitos, a arvorezinha inteira é tóxica, e o consumo de qualquer uma de suas partes pode provocar salivação, olhos lacrimejantes, vômito, queda da frequência cardíaca, convulsões, coma e até mesmo a morte.

4 – Lírio-do-vale

Convallaria majalis

Quem iria imaginar que o popular lírio-do-vale poderia ser letal? Pois esta planta com flores cheirosas em forma de sinos contém uma toxina — conhecida como convallatoxin — capaz de intensificar as contrações do coração e provocar a morte. Embora o lírio inteiro ser venenoso, as folhas são especialmente letais, e outros sintomas relacionados com seu consumo acidental são dores de cabeça, alucinações e irritabilidade.

5 – Hortênsia

Hydrangea macrophylla

A hortênsia é uma planta bem conhecida por todos e, além da cor de suas flores — em tons de rosa, azul e branco-esverdeado — indicarem o pH do solo, elas também são ricas em hidragina, um glicosídeo cianogênico cujo efeito é parecido ao de uma pílula de cianeto. Sua ingestão pode provocar falta de ar, tontura, desmaios, convulsões, problemas circulatórios, coma e até a morte.

6 – Oleandro

Nerium oleander

Embora o oleandro seja extremamente popular em jardins de todo o mundo, a planta inteira é tremendamente tóxica e até mesmo a fumaça resultante da queima desse vegetal pode ser fatal. Uma única folha é suficiente para matar um humano adulto e, uma vez a planta é ingerida, as toxinas afetam o trato digestivo, assim como o sistema nervoso e o cardiovascular.

7 – Antúrio

Anthurium

É muito comum encontrar vasos de antúrio enfeitando ambientes e até jardins externos. Contudo, apesar de ser uma planta muito apreciada pelo pessoal do paisagismo, suas folhas são tóxicas, podendo provocar uma forte sensação de queimação na boca, seguida pelo surgimento de inchaço e bolhas, além de causar rouquidão e dificuldades para engolir.

8 – Dedaleira

Digitalis purpurea

Com suas belas flores em forma de sinos, a dedaleira sem dúvida é uma excelente opção para trazer mais cor aos jardins. Acontece que a planta inteira é tóxica — especialmente as folhas do alto de seu talo — e, embora seja utilizada medicinalmente, doses muito altas podem ser letais. Entre os sintomas mais comuns de “overdose” estão a náusea, vômito e diarreia e, em casos mais severos, diminuição da frequência cardíaca ou fibrilação ventricular.

9 – Dafne

Daphne

Muito comum em jardins de várias partes do mundo — especialmente na Europa —, esta planta conta com belíssimas flores perfumadas e é rica em uma substância chamada mezereína. Além de possuir folhas tóxicas, a dafne produz frutinhos incrivelmente venenosos, e o consumo dessas estruturas pode provocar fortes náuseas, seguidas por vômito e hemorragias, além do coma e morte.

10 – Poinsétia

Euphorbia pulcherrima

Também conhecida pelos nomes de bico-de-papagaio, rabo-de-arara e flor-do-natal, a poinsétia é muito utilizada no paisagismo graças às suas folhas vistosas que se parecem com flores vermelhas. Entretanto, sua é tóxica e, apesar de existirem apenas dois casos documentados de humanos que morreram em consequência do consumo acidental dessa substância, ela pode ser perigosa para bichinhos de estimação que adoram fuçar em plantas.

Menção honrosa

Crisântemo

Chrysanthemum

Outra plantinha pra lá de comum, o crisântemo geralmente cresce próximo ao solo, podendo se tornar um pequeno arbusto. Embora não sejam muito tóxicas para os humanos, as flores podem provocar reações alérgicas, assim como coceira e irritação cutânea.

×

Compartilhar artigo por e-mail

Postar um comentário